Cainã Veras C. Cavalcante

  • Como é conhecido(a): Cainã Veras C. Cavalcante
  • Nascimento: 01/01/1990
  • Naturalidade: Fortaleza - Ceará
  • Início da concessão Bolsa Talento: 02/01/2005
  • Campo da prática: Música - Multinstrumentista

"O apoio da Fundação tem proporcionado maior visibilidade da minha carreira musical, facilitado minhas viagens e, consequentemente, mais divulgação do meu trabalho e da Fundação Beto Studart da qual me orgulho."

Realizações

CAINÃ CAVALCANTE
Cainã vem de uma família musical e teve sua iniciação na música muito cedo, aos 7 anos de idade o primeiro contato com o violão, aos 9 inicia sua carreira profissional, sendo considerado pelos músicos, críticos e jornalistas como um prodígio da música. Estudou no Conservatório de Música Alberto Nepomuceno com o professor Rogério Jales, que o preparou para a sua primeira participação em concursos violonísticos. Conquistou o 1° lugar no IV Concurso Nacional de Violão “Musicalis”, realizado em São Paulo no ano de 2000. Em 2014, com 23 anos de idade, deixou a condição de prodígio para ser um respeitado músico brasileiro e possui um currículo invejável para muitos veteranos. Já mostrou seu talento nos palcos, estúdios e em diversas produções de espetáculos com grandes referências da música nacional e internacional, como os violonistas Yamandú Costa, Manassés de Sousa, Zezo Ribeiro, Zé Paulo Becker, Alessandro Penezzi, Nonato Luiz e Arthur Bonilla; os bateristas Pantico Rocha e Márcio Bahia; os baixistas Jorge Helder, Sizão Machado, Novelli e Arthur Maia; os gaitistas José Staneck, Pablo Fagundes, Bené Chiréia e Jefferson Gonçalves; sanfoneiros Adelson Viana, Waldonys, Renato Borghetti e o grande mestre Dominguinhos; os cantores e compositores Belchior, Jorge Vercillo, Vander Lee, até o tenor internacional, Plácido Domingo; as cantoras Simone Guimarães, Leny Andrade, Amelinha, Zélia Duncan, Ana de Hollanda; o trio sueco Iven Kristesson (Piano), Lars Holm (acordeom), Anders Lorentzi (baixo), juntamente com o finlandês Anderns Vestargand (baterista), o violinista cubano Omar Puente, dentre muitos outros. Em 2001 gravou seu primeiro CD solo, “Morador do Mato”, com produção de Manassés de Sousa, Tarcísio Sardinha, Aroldo Araújo e participação mais do que especial do poeta e padrinho de batismo, Patativa do Assaré. Em 2005, esteve no 19° Festival Internacional de Musique Universitaire de Vieille Ville, em Belfort, e no Festival Mundial da Água, nas margens do Rio Sena, em Paris, ambos na França. Ainda durante a turnê, apresentou-se no Espaço Cultural Jemmapes (Paris) com o integrante do Trio Madeira Brasil e Época de Ouro Ronaldo do Bandolim e seu irmão Rogério Sousa. A convite do músico Celinho Barros se apresentou no espaço Mam`Bia (uma casa de cultura de Cabo Verde). No sul da França, na cidade de Chntloup-Les-Vignes, tocou um autêntico forró nordestino ao lado do músico brasileiro Renato Velasques e do maestro argentino Júlio Pardo. No mesmo ano lançou o seu segundo CD, “Samburá”. Com produção de Raimundo Fagner e arranjos de Aroldo Araújo o álbum traz músicas de Lauro Maia (“Trem de Ferro”), Manassés de Souza, Ferreira Júnior, Tarcísio Sardinha, Américo Jacomino (“Marcha do Marinheiro”), Carlinhos Patriolino e João Lyra. Nos últimos anos, Cainã vem se dedicando também ao ensino musical de crianças, adolescentes e adultos, participando como professor de diversos festivais de música que atuam no campo da formação musical, oferecendo oficinas, workshops e workshows unindo sempre a vivência do músico, técnica e musicalidade. No ano de 2014, Cainã dividiu sua carreira solo com mais dois projetos especiais, o Duo Elo, duo com o genial pianista Thiago Almeida e o Duo de violões com um de seus maiores mestres, o violonista carioca, Zé Paulo Becker. Ainda no  ano de 2014 foi marcado pelo  lançamento do seu primeiro DVD com participações de Raimundo Fagner, Dominguinhos, Adelson Viana, Nonato Luiz, a dupla Italo & Renno, Carlinhos Patriolino, entre outros e ainda o lançamento dos discos do Duo Elo e do Duo Zé Paulo Becker e Cainã Cavalcante. Cainã é um dos grandes músicos da nova geração de instrumentistas brasileiros, com uma atuante carreira nos palcos e como professor nos principais projetos de formação musical do país.

2014

Em 2014 o bolsista gravou o CD "Feliz de Ser" participou do Festival de Choro e Jazz de Fortaleza e Jericoacoara, Apresentou-se em Shows no SESC Ceará e Gravou CD e DVD no Show David Moraes (RJ)

2015

O bolsista fez participação no lançamento do DVD em homenagem ao centenário de Luiz Gonzaga no Auditório da Câmera Legislativa do Estado do Ceará e no evento Chão da Praça no Dragão do Mar.

Fez show do  Duo Elo no Teatro Carlos Câmera em Fortaleza e Abertura do show de Zeca Pagodinho no Siará hall.

Fez gravações para programas na Rede Globo, TV Cultura e Band News.

Fez show no Festival  Maloca Dragão do Mar, participou  do Evento Praça Verde do Dragão do Mar e gravou o programa brasileirinho  JFC na Rádio Universitária.

Participou da gravação de um DVD realizado pela a Universal Music (DVD Luz do Mundo do cantor gospel Eli Soares) e gravação do CD "Estrada" em parceria com o cantor cearense Marcos Lessa e o violonista Eduardo Holanda, ambos gravados no Rio de Janeiro.

O bolsista refere que o  ano de 2015 marca um projeto paralelo,  na realidade um chamado de Deus para usar o dom da música como forma de evangelização.

 

Em setembro deu início a gravação do Cd "Esperançar" que marca esse encontro com Deus, onde canta as músicas que Deus tem colocado em seu coração. 

2016

O bolsista fez gravação individual de CD e participação na gravação de DVD. Em fevereiro participou do Festival de Jazz e Blues de Guaramiranga, além de shows na prefeitura Municipal de Sobral, no Cuca da Barra do Ceará e Cuca do Jangurussu.

Álbum de Fotos

Cainã Cavalcante

Vídeos

Vídeos

Recital Projeto Cultivando Talentos

Nossos Talentos

A Fundação Beto Studart tem o prazer de mostrar aquilo que faz. Conheça nossos álbuns de fotografias:

Entidades Apoiadas

A Fundação Beto Studart tem o prazer de mostrar aquilo que faz. Conheça nossos álbuns de fotografias:

Álbum de Fotos

A Fundação Beto Studart tem o prazer de mostrar aquilo que faz. Conheça nossos álbuns de fotografias: